Carta Celeste

A malícia é a criadora da censura. - Henrique José de Souza

Artigo de Cor:  Vermelho Vermelho
Tópico: Espiritualidade de várias fontes - Subtópico: Cultura Matrística

Espiritualidade matrística e patriarcal

Publicado em 04/07/2014 16:41 e Atualizado em: 04/07/2014 19:43

O estudo da espiritualidade humana, ao longo de suas derivações no tempo e no espaço, apresenta uma das mais importantes fontes de conhecimento daquilo que hoje acredito seja o real motor por trás das manifestações culturais, movimentos históricos e até dos conhecimentos filosóficos de nossa espécie: os estados corporais mais usuais dos indivíduos que compõem um determinado povo.

 

Nossos estados corporais modulam nossas ações e delimitam os comportamentos possíveis e prováveis, dentre os quais, a linguagem, que faz surgir a cultura.

 

Certamente, na deriva humana, existem alguns pontos de bifurcação fundamentais que produziram profundas consequências em nosso modo de viver, a ponto de alterar a própria biologia de nossos corpos.

 

Um destes, acredito, foi o que dividiu a humanidade em um modo de vida mais centrado no viver feminino, matriarcal ou matrifocal, e outro no viver masculino, patriarcal, que por fim dominou quase todo o planeta.

 

Hoje quero compartilhar um trecho do livro “Amar e Brincar – Fundamentos Esquecidos do Humano, do patriarcado à democracia”, onde Humberto Maturana, biólogo e pensador chileno, discorre sobre as principais diferenças entre a religiosidade construída pelos povos patriarcais, originados dos pastores, e a vivida por povos "matrísticos", como ele denomina os matriarcais.

 

Boa leitura!

 

Espiritualidade matrística e patriarcal

 

 

 

 

 

Imprimir Enviar por E-mail


Deixe seu Comentário


211426


Comentários

Não há nenhum comentário

Seja livre: use Linux! E não deixe de instalar o navegador FIREFOX, um excelente meio de se ter uma nova experiência em suas "viagens web"!!!

Este site é melhor visualizado com resolução: 1024 x 768px ou superior e para perfeita exibição visual em: 1280 x 1024px. Experimente um atalho: ctrl++ para dar um zoom no site todo ou um ctrl +- para o inverso.