Carta Celeste

DEUS é a energia cósmica universal, que habita dentro de você e de tudo o que existe nos universos infinitos, dando-lhes vida e força. Confie nessa força inesgotável que está dentro de você. Mantenha sua mente ligada a ela. Sorria diante das dificuldades e confie Naquele que fortalece e vivifica. - Henrique José de Souza

Artigo de Cor:  Amarelo e Azul Amarelo e Azul
Tópico: Poesiando - Subtópico: Vida a mais

PONTE ÍRIS

Publicado em 08/11/2009 16:41 e Atualizado em: 08/11/2009 16:41

de sete porções preciosas
poções luminosas e coloridas
estrelas morando na Terra
sete cores...
três marias... órion...
vulcões erupção de alegria liberdade amor

Desta tua geografia, Mãe
Vamos chamar os anjos serafins
e vamos fazer uma ponte íris colorida
ela vai subir bem alto
e descer de novo
vai encontrar a torre isolada
num castelo de marfim ao lado do Orco
Guardado por monstros e abismos
Fafners e Kundris diabólicas
Sombrias Medusas e seus encantamentos paralisantes
Ogros maus e Orcs degenerados
alienados em seus festins torturantes
alimentando-se da bela carne, dos lindos sonhos e das justas virtudes

dela...

Ah... sim... ela...

Encontraremos ela em seu quarto mui bem guardado e trancado
Cacos de amores seus partidos por todos os lados
Caveiras de sonhos seus esquecidos pelos cantos
Fantasmas dos belos ideais vampirizados vagando pelos ares

E em paz, sem luta, sem esforço
virá a ponte íris por cima e por dentro
tocará teu coração, tua sina...
trazendo lembrança da tua casa da tua família
te chamará a flutuar pelos espaços
te seduzirá a acreditar no que já impossível lhe parecia
a se deixar enlevar pelo improvável, pelo indizível, pela bela fantasia

E vais acreditar nesta leveza, dama querida...
E vais ter coragem de escalar a estrada colorida
e por cima e pelo alto fugir deste lugar triste
sair e para trás deixar esses monstros e sua maléfica compania
verá sim num instante e para sempre... lá do outro lado, o teu lar...
e assim...
vai flutuar... e asas abrir... e ao céu irá sorrir... e ir... e subir... e voar... voar... voar...

e ver o mundo todo se transformar de repente... e no ar... magia colorida... tênue alegria...

ah... sim
e nem mais esses desertos e incertos momentos
tormentos lhe afogando tristezas e ferindo
nem mais a frieza aguda escura incompreensão
ou a egoística e afiada lâmina deste abandono à solidão,
garras ferindo teu coração belo
nem mais essa vida de sutis misérias
tão comuns, costumeiras
que nem delas nos permitem reclamar...
não...

Mãe! eu sei....
essa ponte íris vai tocar aquela dama
e ela vai compreender e empreender essa bela jornada
e vai subir por sua matéria etérica
e vai seguir ao alto vertiginoso do abismo de estrelas
vai desfrutar o deleite de teu vácuo profundo, Mãe
e então verá a Terra ali embaixo tão linda azulada
e seus pés pisando apenas cores sutis
ela vai caminhando sobre luzes tênues assim gotas de orvalho cintilantes
e tão distantes
do chão da segurança
mas no coração dela, bem sei...
apenas a paz, nem mais a esperança
pois ela agora, querida Mãe, será de novo apenas aquela criança
destemida e confiante das celestes medidas...
melodias das esferas e nelas para sempre se lança

Já sabe ela hoje, Mãe eterna...
Que este caminho assim tão sutil, assim tão incerto
E que sobe assim tão alto, assim tão infinito
Desce novamente em arcada vertiginosa à esta Terra vulcânica daqui
onde a felicidade brota facilmente em minas...
e bem sabemos... lhe envolverá completa e finalmente
felicidade assim simples e agreste
felicidade de carinho dos seus amigos... dos abraços da família... outrora perdida
acenos do amor agora sim compreendido
afagos da liberdade brincando com seus cabelos...
nada de mais... enfim apenas a querida casa
onde asas e pés para sempre em paz viverão
onde podes ser sempre apenas quem és... sem pedir licença ou perdão...
só assim só você para sempre naturalmente
livremente
leve
mente...
alma ...
e sim...
onde pode ir se chegando e sentando
onde quizer... mesmo no chão...
sem cerimônias...
certa de teu repouso longo... tranqüilo
beijinho em teu rosto... gostoso da manhã
mão estendida sempre e de graça
sem nada pedir
sorriso qualquer hora pronto a explodir pelo rosto
prazer
por causa simples de estar aqui e viver

E irá então ter a certeza
de tua natureza
de teus caminhos
de teu lar
teu lugar...
para sempre
saberá
pelo mundo inteiro, onde ir deverá...
mas tua casa...
sim, tua casa
saberá sempre
como onde chegar...

Imprimir Enviar por E-mail


Deixe seu Comentário


307264


Comentários

Não há nenhum comentário

Seja livre: use Linux! E não deixe de instalar o navegador FIREFOX, um excelente meio de se ter uma nova experiência em suas "viagens web"!!!

Este site é melhor visualizado com resolução: 1024 x 768px ou superior e para perfeita exibição visual em: 1280 x 1024px. Experimente um atalho: ctrl++ para dar um zoom no site todo ou um ctrl +- para o inverso.