Carta Celeste

A moral pertence à Alma e, sem ela, o Espírito ou a Verdadeira Consciência jamais se manifestará no homem. - Henrique José de Souza

Artigo de Cor:  Azul e Vermelho Azul e Vermelho
Tópico: Poesiando - Subtópico: Rebelando-se com o silêncio

L’amour au premier regard

Publicado em 08/11/2012 12:41 e Atualizado em: 16/12/2012 12:12

No meio de tantas coisas a fazer, tantas que não foram feitas, tantas que teriam sido feitas, abre espaço o som das palavras que querem voar em busca do chão, querendo abrir espaço no chão, querendo não ser mais sem lugar, passado, futuro, ou futuro do passado utopia, algo que apenas foi, que seria ou será um dia.

 

Eles pensam, todos dois
Que um sentimento súbito os uniu
Bela é esta certeza
Mais bela ainda, a incerteza.
 
Eles crêem que não se conhecem
Nada jamais houve entre eles
Mas essas ruas, essas escadas, esses corredores
Onde, depois de muito tempo, eles foram se cruzar.
 
Pergunto-lhes
Se eles não se lembram
Talvez de uma porta giratória
Ou um dia cara a cara
Qualquer “me desculpe” em meio à multidão
Ao telefone, mas é um engano
Mas eu já sei a resposta
Não, eles não se conhecem.
 
Mas tudo começa
Em uma seqüência.
 
Por muito tempo
A “coincidência” brinca com eles
Sem estarem prontos
E lhes modifica o destino
Quem os aproxima, os afasta
Lhes ocupa o caminho
Faz de tudo um riso
E os mantêm um pouco longe.
 
Há os sinais
Indecifráveis, que importa
Há três anos talvez
Ou bem terça passada
Certa folha que voava
De um ombro à outro
Um objeto perdido
Quem sabe, talvez, uma bola
Perdida nos confins da infância.
 
Mas tudo começa
Em uma seqüência
O livro do destino sempre aberto.
 
Há as maçanetas
As campainhas sob a marca de uma mão
Uma sobre a outra se imprimiram
Duas valises lado a lado no guarda-volumes
E talvez uma noite
Um mesmo horário de se levantar
Pela manhã.
 
Mas tudo começa
Em uma seqüência
O livro do destino sempre
Aberto ao meio.
 
(Wislawa Szymborska)

Imprimir Enviar por E-mail


Deixe seu Comentário


126969


Comentários

Não há nenhum comentário

Seja livre: use Linux! E não deixe de instalar o navegador FIREFOX, um excelente meio de se ter uma nova experiência em suas "viagens web"!!!

Este site é melhor visualizado com resolução: 1024 x 768px ou superior e para perfeita exibição visual em: 1280 x 1024px. Experimente um atalho: ctrl++ para dar um zoom no site todo ou um ctrl +- para o inverso.