Carta Celeste

A verdadeira força não é a do mar em fúria que tudo destrói, mas do rochedo, impassível, que a tudo resiste! - Henrique José de Souza

Artigo de Cor:  Azul e Vermelho Azul e Vermelho
Tópico: Poesiando - Subtópico: Rebelando-se com o silêncio

POESIANDO A REVELIA

Publicado em 04/10/2012 23:30 e Atualizado em: 11/10/2012 23:04

Palavras, palavras, palavras

são montes de nadas fora de nossas estradas

são nem pó, além do último homem só

são menos que vento, sumindo onde não existe mais tempo

 

Querem-se significar

Querem-te enganar

e não significando, enganam

se mais além do amar,

quiserem-se

 

Vamos então acordar

que só resistimos se amamos

Só dentro do amar é que humanos andamos

de pé,

E se falamos é porque é em torno destes sons que dançamos

E neles brincamos de querer

desvendar.

 

Mas além disto, nem nada dá para dizer que existe

só que existe é o mistério

e dele nada saberemos jamais

e se fosse para ficar triste

seria por isto só, que é o mistério só quem de verdade existe

 

Mas aqui em nossa morada,

o que vale mesmo é fogo acesso, lar

beijo querido, feliz carinho, risada no ar

e nada mais,

só de novo e de novo

e de novo de novo de novo

amar.

te encontrar para sempre

de novo.

Imprimir Enviar por E-mail


Deixe seu Comentário


196219


Comentários

Não há nenhum comentário

Seja livre: use Linux! E não deixe de instalar o navegador FIREFOX, um excelente meio de se ter uma nova experiência em suas "viagens web"!!!

Este site é melhor visualizado com resolução: 1024 x 768px ou superior e para perfeita exibição visual em: 1280 x 1024px. Experimente um atalho: ctrl++ para dar um zoom no site todo ou um ctrl +- para o inverso.